<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37983758\x26blogName\x3dAnucha+Melo\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://anuchamelo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://anuchamelo.blogspot.com/\x26vt\x3d5035176595317743179', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
sexta-feira, abril 27, 2007
“Ando com urgência de presença”!



Eu me permiti ontem à noite. Depois da terça-feira, quando fui assistir ao show “Ce” do Caetano e saí P da vida, eu tava me devendo uma noite de diversão. Quinta-feira, eu e Aline fomos encontrar com a Lícia e uma turma pra lá de animada no Planeta Diário. Eu paquerei e fui paquerada. Bom sentir-me viva! Melhor ainda é notar que sou notada. Mary Jane com repertório afinadíssimo de puro rock/pop. Campari nas doses certas. E uma esticada pra dançar forró na Super 8. É mole? Tava com a corda toda. Ou, como diz um jargão popular do Piauiês, “com espírito de lata velha”. Me joguei! E foi massa. Cheguei em casa às 2h30 da manhã, fiquei uma meia horinha dengando a Gaya, que acordou pra me receber, e tive que levantar às 5h40 pra tomar banho, tirar aquele cheiro podre de “cigarro em boate” e rumar pro trabalho. Saldo do sono: 3 horas apenas. Tô parecendo um zumbi...
Mas, quem pensa que eu vou me entregar... é porque num dá mesmo, tá? Hoje é aniversário da Lícia, festa pra comemorar a vida, os amigos e a alegria. E, claro, tô dentro. Lelinho nas pickups botando só som massa pra gente dançar. E o povo com muita vontade de ver o sol nascer e tomar o caldo de carne providencial da Rosa, prometido para antes de voltar pra casa. Tá tudo é certo!
Hoje, comprei um livreto novo, do autor de “Não leve a vida tão a sério”, Hugh Prather, que já tenho. E adoro. Tudo bem. Você vai dizer que é auto-ajuda pura. E o que é que tem? Digamos que eu tenho tentado me auto-ajudar e tem dado certo. A leitura só me impulsiona.
Aí... vou trazer pra cá uns excertos do livrinho, beleza? Fiquem com Deus. Porque amanhã às 8h da matina, a despeito da hora que eu chegar da festa, vou levantar pra assessorar a “Campanha da Vacina do Idoso”. Depois, volto pra dormir. De tarde, levar a Dedila pra cortar o cabelo e hidratar, encontrar com a Cris pra conversar sobre trabalho e depois... dormir! Boa noite pra vocês. Bom feriado pra quem tem direito de parar de trabalhar no dia do trabalhador (o que não é o meu caso...). Deixo vocês com Prather:

“O crescimento, pra mim, não é um processo de fixação do verdadeiro eu. É mais uma forma pela qual tomo conhecimento de outros aspectos de mim mesmo, que são tão verdadeiros quanto o que já conheço.
Estamos sempre sendo honestos com alguma parte de nosso ser e, ao mesmo tempo, não sendo honestos com outras”.


P.S 1.: A frase do título eu “peguei” na Clarinha. Obrigada, querida!
P.S 2.: E eu ainda não me convenci que devo ficar de boca calada a respeito do show “c.” que o Caetano fez aqui. Me aguardem
...
postado por Anucha Melo @ 6:39 PM 





0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial