<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37983758\x26blogName\x3dAnucha+Melo\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://anuchamelo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://anuchamelo.blogspot.com/\x26vt\x3d5035176595317743179', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
sexta-feira, agosto 17, 2007
“Há folhas em meu coração... é o tempo...”



De duas horas da tarde pra cá, eu falei com duas ou três pessoas ao telefone, tratando de assunto de trabalho. Como sempre. Dei uma ligadinha rápida pro meu primo Amaro, despachando ele do combinado: sábado na fazenda da Lis. Por recomendação médica: nada de farra, nada de falar, nada de muito gelado, nem muito quente. Um anti-inflamatório, um antibiótico, pastilhas e...
R-E-P-O-U-SO.
Do corpo, da mente e, principalmente, da voz.
Diagnóstico: Laringite das bravas. Resultado de irresponsabilidade com minha saúde. Ontem, no Planeta, na mesa com Dani Rego, Raquel e Marquinhos, decidi que preciso dar um tempo de rua. Parece cíclico. Passei os primeiros quatro meses do ano de molho, em casa, viajando pra dentro, cuidando de mim. De maio pra cá, foi farra atrás de farra. Conheci umas pessoas, desisti de outras. Curti com umas figuras. Outras curtiram da minha cara. Mas, faz parte!
Preciso mesmo é meter as caras nos livros, procurar o Gustavo Said logo pra conversar sobre a possibilidade de tentar o mestrado, levar meus currículos nas faculdades pra ver se começo a dar aula no ano que vem e cuidar da minha casa. Da minha vida.
Faz tempo que não falo aqui da minha vida, né? Quero dizer... vida, paquera, amores, dores... É porque não tem sido assim tão movimentada assim, sabe? Nada emocionante demais. Um beijinho aqui. Uma saidinha ali. Nada sério. Mas, em Salvador, um reencontro foi um “de volta ao passado”. Passado distante. Ainda era uma adolescente burra, tapada, que não sabia enxergar onde havia luz, vida, sentimento. Uma emoção resgatada. Um sentimento renovado. Stand by.
Aqui, de volta, novo reencontro. Um em especial. Uma história difícil de ser contada. Mais ainda de ser vivida. Melhor aguardar o tempo. Quem sabe ele mexe os pauzinhos dele... Vou ficar aqui, na minha, aguardando ouvir a Nana Caymmi cantar assim: “Batidas na porta da frente. É o tempo. Eu bebo um pouquinho pra ter argumento. Mas fico sem jeito, calada. Ele ri...”
Mas, como estou na fase “Vanessa da Mata”... vou ouvindo uma musiquinha aqui do CD novo, que é bem adequada...
Vou indo, pra cama, filminho e repouso. Dodói, sabe como é, né? Aff, vendo aqui a propaganda do novo Punto, da Fiat! Completamente apaixonada por esse carro. Mas precisava ganhar bem mais pra sonhar com ele... Vou sonhar com o príncipe encantado. Ou um sapo. Tanto faz. É mais simples convencer-me em não tê-lo...

“Como pode ser gostar de alguém
E esse tal alguém não ser seu
Fico desejando nós gastando o mar
Pôr do Sol, postal, mais ninguém
Peço tanto a Deus
Para esquecer
Mas só de pedir me lembro...
Meus melhores beijos serão seus
Sinto que você é ligado a mim
Sempre que estou indo, volto atrás
Estou entregue a ponto de estar sempre só
Esperando um sim ou nunca mais
É tanta graça lá fora passa...
Mas pode sim
Ser sim amado e tudo acontecer...
Quero dançar com você
Dançar com você...”
(Vanessa da Mata)
postado por Anucha Melo @ 9:00 PM 





0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial