<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37983758\x26blogName\x3dAnucha+Melo\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://anuchamelo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://anuchamelo.blogspot.com/\x26vt\x3d5035176595317743179', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
sexta-feira, março 13, 2009
Vida é livro inacabado!


A frase que dá título ao post é da Lela. Minha Lelamiga, gente da melhor estirpe, que mora num canto muito muito especial da minha alma, com quem eu só estive pessoalmente uma vez, pela qual nutro carinho de irmã e com a quem eu desejo partilhar sempre os bons (e também os maus) momentos da minha vida.
E também é dela o seguinte pensamento: “O bom mesmo é que a cada novo dia há a promessa de uma nova página e ela terá as cores e o tom com que a construírmos.”
Fiz questão de trazer esse excerto do comentário que ela fez no post anterior como mote pro que quero discorrer aqui. Porque estava mesmo com vontade de falar sobre isso de encararmos a vida como parte da história que começamos a escrever lá atrás. E continuamos a escrever todos os dias.
São as tais escolhas que voluntária ou involuntariamente fazemos. Com muita vontade de acertar, claro. E é nesse intuito que vivemos. Querendo muito acertar. Nem que pra isso a gente fique na velha e boa “tentativa e erro”. Uma hora as coisas se encaixam, ora mais. Né não?!
Tô lendo dois livros ao mesmo tempo. “A auto-estima do seu filho”, pelas razões óbvias, e “Comer, rezar, amar”, indicado pela Cacha e que tá me dando boas horas de muita diversão. Aliás, diversão é o que tenho feito por aqui. Com meu filho, principalmente. Porque quero que ele cresça aprendendo que a alegria, o bom humor e a descontração são ingredientes essenciais para uma vida boa e feliz. Brinco com ele no chão com os brinquedos espalhados pela sala. Faço festa na hora do banho e deixo ele espirrar a água por todo o chão. Quê é que tem? Depois é só passar o pano, né?
Hoje, vou ter um trabalho a mais. Um trabalho dos bons. Vou fazer um bolinho de chocolate com a receita que a tia Gracinha mandou. Huuuuummm... receita do bolo de chocolate da Vovó Biba, que nos acompanha a todos, eu, Cacha, Mite, Kika e Xando, desde que nos entendemos por gente. Meu principezinho merece um bolinho bem gostosinho no seu Mensário de 9 meses.
Caramba! 9 meses? Passou rápido, viu? E eu me orgulho de dizer que vivi cada dia desses 9 meses intensamente. Tudo bem que me faz falta o meu trabalho (ser jornalista e tal...). E também outros quê tais... Mas nada paga esses dias que eu tenho podido aproveitar a companhia graciosa do meu filhote. Com quem aprendo e cresço. Sim, eu cresci. Meu filho me ensinou.
Obrigada, “Pequenote”, por ser vida na minha vida!
postado por Anucha Melo @ 12:46 PM 





0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial