<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37983758\x26blogName\x3dAnucha+Melo\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://anuchamelo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://anuchamelo.blogspot.com/\x26vt\x3d5035176595317743179', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
quarta-feira, setembro 15, 2010
Da minha saudade, que é enorme!



“Ainda assim acredito
Ser possível reunirmo-nos
Tempo, tempo, tempo, tempo...
Num outro nível de vínculo
Tempo, tempo, tempo, tempo...”
(Caetano)

Anteontem, tava ouvindo a música “Oração ao Tempo”, cantada pelo Djavan no novo CD Ária. Eu adoro essa música. Já até a transcrevi aqui. Mas, naquele momento, meu coração apertou de um tanto...
Eu tava dirigindo em plena Frei Serafim, peguei o telefone e liguei pra minha lôra {pra quem não sabe, minha lôra é a Cacha, minha irmã} e caí no choro. Disse a ela que tava morrendo de saudade, pedi mil desculpas, mas tinha que falar isso pra ela.
Ela logo se preocupou, perguntou se estava acontecendo alguma coisa e tal. Não era nada, além da saudade. Quer dizer... era tudo! Trocamos dois ou mais carinhos naquele telefonemazinho. Depois, um mail de cá, outro de lá. E, hoje, ela me manda um mail, respondendo sobre um sonho que tive com ela, meu pai, minha mãe e Mite, um primo-irmão querido. Lindo sonho! Linda viagemnuma espécie de balão em alta velocidade à noite sobrevoando São Paulo. Vê se pode! Claro que pode. É meu sonho. E eu sonho do meu jeito, ora mais...
Sim, mas, no mail da lôra, ela diz: “Eu fico feliz que só o ‘fisicamente’ nos separa hoje. No aspecto mais importante, estamos mais próximas do que nunca, né?!”
Caramba, presta atenção nisso aí! No aspecto mais importante significa no encontro de almas. E nisso estamos coladinhas. Antes mesmo de ele rumar pra longe {pra quem não sabe, a Cacha está morando em São Paulo há 76 dias}, a gente já estava muito próximas. E acho que a mãe da gente deve ta muito feliz lá em cima. Porque ela sonhava muito com isso. As duas maninhas bem unidinhas!
Sabe, eu e a Cacha, a gente pensa e age diferente em inúmeros aspectos. Mas, o legal é que a gente se entende. Uma a outra. Ela, certamente, mais a mim que eu a ela. Coisa de gente cheia das intelectualidades, das leituras, das filosofias, das psicologias.
Putz! Como eu admiro a minha irmã. Ela é uma pessoinha simples, de gostos simples, de gestos suaves, mas de uma compreensão do mundo e suas diferenças... que dá gosto de ver! E de ouvir! E de sentir!
A minha Cacha Maria é alguém que eu queria ter sempre perto de mim. E falo da forma mais egoísta mesmo, viu? Aqui, colado, junto. Ela é meu anteparo. Antes, era a Corrinha, minha {nossa} mãe. Agora, é ela.
Mas, não dá pra ser assim, né? Não sou nem o sol, que tem todos ao seu redor. Sou, no máximo, uma estrelinha na constelação dela. Ela, sim, é um sol!
E pra ela eu desejo, com todo o meu querer, que tudo dê certo. Que São Paulo a abrace da maneira mais calorosa {se é que é possível}. Que os projetos dela dêem muito certo {e vão dar, se Deus quiser. E Ele há de querer!}. Que ela plante as sementinhas dela, regue bem e colha os melhores frutos. Que os caminhos dela sejam sempre iluminados e guiados por Deus. Que o anjo da guarda a proteja em todo lugar.
No mais, sou só saudade!
Eu e Lucas, o pepetuquinho dela!
postado por Anucha Melo @ 2:49 PM 





0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial