<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37983758\x26blogName\x3dAnucha+Melo\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://anuchamelo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://anuchamelo.blogspot.com/\x26vt\x3d5035176595317743179', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
segunda-feira, dezembro 25, 2006
Há coisas que me encerram ou que eu não ouso tocar...




Fui ontem e voltei hoje à Batalha. Terra de minha mãe, lugar onde ela era ela pura e simplesmente. Já falei sobre isso aqui. Adoro estar lá próximo a meus tios, meus primos, minha família. Passo tempos sem vê-los. Mas quando os encontro... sinto um amor maior do que imagino ter. O amor que vem dela, da Corrinha. E gosto de sentir. No final da tarde, eu, Cacha, Tia Jack e Dedila tomamos banho de chuva, no corredor sem teto da casa do vovô... aproveitamos a bica com água forte e pulávanos feito crianças. Lembrando do tempo em que a tia Jack, eu e a Cacha éramos crianças e fazíamos mil e uma estripulias. Bom demais! Poxa, quanto ganhamos com isso...

De noite, preparamos a mesa de Natal... nozes, castanhas, frutas, tortas, panetones, trigo... no cardápio: tudo aquilo que a gente come no Natal, sabe? Nem vou listar... deixo vocês com água na boca. Legal o clima antes do jantar... os tios tomando um uísquezinho, comendo queijo, conversando potoca, lembrando das antigas, gargalhando. Vixe... acho até que o vovô, a vovó e a mamãe também "passearam" por lá. Mas eu tive uma grata surpresa e uma imensa alegria! O Marcelo, meu primo, me "deu" a filhota dele, a Ariane, como afilhada. Ela é um amorzinho de menina. Viva, simpática, carinhosinha, meio tímida. Eu fiquei muito feliz. Agora, são três primos afilhados pra cuidar: Dedila, Célio Júnior e Ariane. E eu aqui muito, muito, muito feliz!

P.S.: Na foto, eu e Tia Elza, uma prima da minha mãe, cujo amor herdamos como melhor herança. Estivemos com ela nesse Natal. Mas um momento de carinho, que enche a gente de alegria.

postado por Anucha Melo @ 4:02 PM 





0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial